Eficiência na gestão de compras - Nível de Stock de Segurança

Uma das situações com mais impacto no desempenho de qualquer negócio é a existência de stocks para satisfazer atempadamente as encomendas. Por outro lado, este stock (inventário) implica sempre custos que se pretendem minimizar. Como tal, é necessário encontrar uma situação de compromisso entre o custo elevado do stock e o risco elevado de não ter stock para satisfazer encomendas.

Esta situação de compromisso envolve desde logo um cálculo do Nível de Stock de Segurança (NSS) para cada item chave do inventário.

Não existindo uma forma exata para o cálculo do nível de stock de segurança aplicável a todas as situações, para o seu estudo deve ter-se em consideração a importância de cada item para o negócio, o valor do investimento e a disponibilidade desse item poder ser substituído.

Um valor possivel para o NSS máximo pode ser obtido pela fórmula seguinte:

NSS max = UtilizaçãoHistoricaDiariaMaxima x (PrazoEntregaHistoricoMaximo - PrazoEntregaMédio)

Em que,

  • UtilizaçãoHistoricaDiariaMaxima -> Valor de venda ou utilização máxima do artigo ao longo do tempo
  • PrazoEntregaHistoricoMaximo -> Prazo de entrega máximo
  • PrazoEntregaMédio -> Prazo de entrega médio

Esta opção sugere que teremos apenas o inventário suficiente para garantir simultaneamente os dois casos criticos:

  • Pior tempo de entrega do fornecedor;
  • Vendas máximas no período;

A atualização pelo gestor de compras destes dois parâmetros, quer pela alteração das condições de fornecimento disponibilizadas pelo fornecedor, quer pela previsão de vendas sazonal ou em função de campanhas, é um fator chave para a gestão do negócio com impactos diretos nos custos e na capacidade de inventário para satisfazer vendas.

A Multibase está a desenvolver soluções para a optimização dos processos de compras e de logistica na plataforma ERP / Odoo de modo a dotar os clientes das ferramentas que lhe permitiam uma maior eficiência do negócio nesta vertente.

Estas soluções pretendem responder às necessidades de Planeamento e Previsão da Procura, ou seja quando e quanto é que deve ser encomendado e a uma mais eficiente Gestão do Inventário através da manutenção dos níveis de stock necessários e suficientes para assegurar a capacidade de fornecimento da organização.